terça-feira, 31 de outubro de 2017

O SUMIÇO E AS DIFICULDADES NA SAÚDE

Demorei, mas voltei!

Estive com saudades de escrever esse tempo todo, mas com a correria que se instalou aqui eu estava sem tempo e disposição.

O ano de 2016 foi bem difícil para nós aqui em casa: meu Digníssimo esposo esteve doente, meu pai teve crises horríveis que resultaram em 3 pontes de safena e precisei administrar tudo isso.

Vou começar contando sobre a enfermidade do meu Digníssimo esposo:

Como eu há havia dito, meu Digníssimo estava doente desde 2014. Vou explicar melhor: 

Em agosto de 2014, Deus havia me dito que passaríamos por uma grande provação, mas para perseverarmos que Ele nos daria vitória. Fiquei pensando o que poderia ser.

Meu esposo que estava numa ótima fase profissional e crescendo cada vez mais na carreira parou de andar no dia seguinte da profecia! Foi um choque.

Ele acordou e quando foi tentar andar, caiu no chão. Um formigamento nos pés que pensávamos ser cansaço virou dormência e rapidamente ele parou de sentir as pernas e começou a sentir dores insuportáveis. 

Tivemos muitas internações, muitos diagnósticos (entre eles esclerose múltipla, câncer e outras doenças raras), mas ninguém conseguia fechar o diagnóstico, porque precisavam abrir a coluna dele e examinar a medula para ter certeza.

Entretanto, nós aconselhados por muitos médicos não deixamos fazer biópsia da medula, pois um só pedaço retirado para o exame o colocaria na cadeira de rodas e talvez não trouxesse o diagnóstico.

Foram dias, meses e anos difíceis, nos quais passamos boa parte das madrugadas acordados, sentados na sala esperando a noite passar, pois a dor dele era tão grande que nem morfina resolvia.

Mas nunca perdemos a fé. Depois de 2 anos foi determinado (ainda sem certeza) que a doença que o acometeu se chamava MIELITE DE REPETIÇÃO, que é uma forte inflamação na medula que vai e volta e cada vez está em uma parte (as vezes está mais na cervical, outras na dorsal e assim por diante).

A inflamação sempre foi muito forte e tomou quase toda a medula e quando melhorava um pouquinho de um lado (geralmente depois de internação e sessões de pulsoterapia -corticoide direto na veia por 6 horas seguidas durante 7 dias) piorava de outro.

Passamos por mais de 20 médicos, fora a junta médica de 3 grandes hospitais (incluindo Sírio Libanês). Os exames do Digníssimo também foram levados para ser analisado em um Congresso na América Latina e outro em Boston-EUA e ninguém soube resolver o caso.

Certo médico disse para não nos desesperarmos porque meu esposo poderia viver mais 2 anos e isso era muito na opinião dele!! Mas cremos que a última palavra vem de Deus e em todo tempo eu sabia que ele não iria morrer. Mesmo quando eu chegava no hospital e ele estava cada dia pior eu dizia: VAI VIVER! (e já passou 3 anos desta previsão).

Assim ele passou anos com muletas (embora não conseguisse dar passos para andar e somente jogava as pernas para frente) e 6 meses na cadeira de rodas.

Deus sempre me ajudou, minha família e meus amigos sempre estiveram comigo e os irmãos da igreja sempre na retaguarda, com oração e ação nunca nos deixaram sozinhos.

E assim fomos vencendo, porque Deus sempre nos disse, desde o primeiro dia que Ele iria confundir os médicos, mas que iria curá-lo.

Por isso seguimos crendo que a cura chegaria, pois fiel é o que prometeu.

CONTINUA...

sábado, 7 de maio de 2016

60 CURIOSIDADES SOBRE MIM

Um pouquinho sobre mim, hoje... Já que estou em processo de mudança diariamente. Vamos lá:


  1. Sou completamente apaixonada por chocolate, seja em forma de barra, cobertura de sorvete ou mousses;
  2. Eu amo assistir seriados. Amo NETFLIX. Minha tríade preferida no momento é Greys Anatomy, The Good Wife e Todo mundo odeia o Chris;
  3. Gosto de dar nome para as coisas. E para as pessoas. E principalmente para animais. (Nomes que combinem com a personalidade ou o "rosto" das coisas);
  4. Tenho 3 gatos adotados: Rebaixado (menino) e as meninas Wanderléia e Namaguederaz;
  5.  Amo viajar e quero conhecer o mundo;
  6. Amo música gospel e adoro cantar. Mas não tenho uma música preferida porque toda semana eu amo uma, dependendo do meu estado de espírito;
  7. Sou super tagarela... quando me empolgo, falo muito. Mas amo os momentos de silêncio que tenho durante o dia;
  8. Sou evangélica e líder de jovens há muitos anos... Mas logo não serei mais, porque já estou ficando velha, rsrs;
  9. Ah, por sinal eu tenho 28 anos, embora dizem que pareço ser mais nova;
  10. Minha marca é meu sorriso, eu amo sorrir, Mas só sorrio quando estou verdadeiramente feliz;
  11. Eu sofri bullying minha vida toda por ser nerd e transformei o limão em uma limonada, porque fiz o meu TCC do curso de Direito sobre o assunto;
  12. Me casei aos 21 anos e me formei na Faculdade aos 23 anos;
  13. Eu troco o dia pela noite desde... sempre!
  14. Não sou muito vaidosa... Uso pouco salto, esqueço de pintar as unhas por meses e não sei me maquiar direito;
  15. Aliás, quase não uso maquiagem... Para sair eu só uso lápis nos olhos e batom (quando estou de bom humor). Pretendo melhorar;
  16. Sempre fui loira... Na infância naturalmente, depois artificialmente;
  17. Atualmente é a primeira vez que tenho cabelo curto. Antes e por toda minha vida antes disso eu só aparava as pontas e mantinha meus cachos na altura da cintura;
  18. Leio blogs de maternidade praticamente todos os dias. Os blogs que comecei a ler já nem existem mais porque as crianças já estão grandes e exigem privacidade ;x
  19. Tenho 2 irmãs e somos super unidas;
  20. Atualmente tenho 8 sobrinhos, 1 sobrinha-neta e muitos sobrinhos de consideração;
  21. Fui tia com 7 anos e odiei a experiência. Atualmente somos amigas e eu amo minha sobrinha, é claro. Depois do segundo sobrinho eu passei a gostar da função. Hoje acho que o maior presente que minha irmã me deu foram os sobrinhos;
  22. Quando era criança eu queria ser atriz e modelo. Tentei e não deu certo... Ainda bem, rsrs
  23. Eu não sei dançar e não levo o menor jeito para isso. Mas quando era adolescente eu ainda não sabia disso....rsrsrs;
  24. Não sei dizer qual é minha cor preferida... Muda sempre.
  25. Amo participar de peças de teatro na igreja. O que não quer dizer que eu interprete bem, rsrs;
  26. Tenho muitas amigas que se revezam no posicionamento do meu coração. Tenho amigas que fico meses sem encontrar, mas quando nos vemos é a mesma intimidade <3
  27. Pretendo ter 3 filhos (2 da minha barriga e 1 do coração);
  28. Pretendo morar no Nordeste;
  29. Quero aprender francês, depois de aperfeiçoar o meu inglês meia-boca;
  30. Amo filmes/seriados de investigação criminal;
  31. Nunca consegui frequentar a academia por mais de 1 mês. Preciso melhorar isso;
  32. Não gosto de café, nem leite;
  33. Amo chimarrão desde criança. Morno ou frio (mas aí já é tereré);
  34. Não sou do sul, nem de Mato Grosso. Nasci e fui criada na Grande SP, onde é difícil comprar chimarrão, rsrs;
  35.  Odeio deixar as coisas pela metade. Isso inclui livros e filmes;
  36. Já fui bibliotecária voluntária e competia com meus amigos quem lia mais livros em uma semana;
  37. Já fui professora de informática voluntária também, em uma época em que quase ninguém tinha acesso a computadores em escola pública; Tudo era novidade e power point fazia sucesso;
  38. Me considero feminista.
  39. Me considero politizada, de esquerda, embora não seja partidária;
  40. Me identifico com Medicina pautada em evidência científica e partos humanizados, porque eu acho que o corpo da mulher sabe parir e os bebês sabem nascer. Contudo, penso que cada mulher deve decidir a via de parto melhor para si (exceto em emergências comprovadas, é claro), mas com acesso a informações reais e não sob intimidação médica;
  41. Não cozinho muito bem e não sou muito boa em serviços domésticos. Pretendo melhorar;
  42. Amo filmes românticos e assisto na maioria das vezes com meu Digníssimo. Ele não gosta muito, mas baixa para assistirmos juntos, vai entender!
  43. Gosto de romantismo e de demonstrações públicas de afeto (como dizia o falecido orkut). Aqui em casa rola bilhetinhos pela casa vez ou outra;
  44. Frequento a igreja evangélica algumas vezes por semana, mas domingo a noite é sagrado, rs;
  45. Tenho 1.60 de altura e meu Digníssimo 1.84 o0
  46. Amo Direito e atualmente atuo na área Cível;
  47. Moro no mesmo endereço desde que nasci;
  48. Meu prato preferido é arroz, feijão, bife, batata frita e salada. Depois eu aceito sorvete de flocos com cobertura de chocolate como sobremesa, rsrs;
  49. Já troquei muitas fraldas, dei muitos banhos em bebês e balancei noites inteiras... Acho que levo jeito ;)
  50. Quase não tiro fotos, só em datas comemorativas. Pretendo melhorar.
  51. A pouco tempo descobri que preciso usar óculos, mas sempre esqueço, rs;
  52. Tenho medos bobos (ridículos até) e coragens absurdas;
  53. Assisto pouca Tv (só ligo para ver Netflix e ouvir música no Youtube);
  54. Canto sozinha pela casa praticamente todos os dias. A maioria das vezes escolho cantar músicas que não sei a letra, aí eu improviso, rsrs;
  55. Tenho uma cunhada que considero como irmã;
  56. Amo praia e futuramente pretendo morar bem perto de uma;
  57. Acho que sou boa para dar conselhos e não exito em pedir também quando preciso;
  58. Gosto de trabalhar com gente;
  59. Não acredito que o tempo cura todas as coisas. Quem cura é Deus. Se Ele não curar, pode passar o tempo que for, a dor permanecerá lá;
  60. Nunca tive um diário. Sempre quis ter um blog, mas achava que não tinha um assunto específico para escrever. Agora eu tenho, o assunto sou eu ;)

sexta-feira, 6 de maio de 2016

POR QUE SER MÃE?

Quem lê o blog deve se perguntar: será que eu quero mesmo ser mãe ou apenas tomei essa decisão por achar que é o "tempo de Deus" ou pelo relógio biológico estar apitando...

Deixe-me explicar melhor:

Eu amo crianças. Desde o nascimento de meus sobrinhos (que são muitos), passando pelo meu filho/afilhado que eu amo demais, fui desenvolvendo este desejo de ter um (a) filho (a).

Entretanto, o que sempre foi um empecilho é que desenhei para mim um plano de vida e desejei ardentemente que tudo se concretizasse antes de pôr uma criança no mundo. 
Só que o tempo foi passando... várias coisas boas aconteceram e minha vida mudou bastante, graças a Deus. 
Mas ainda faltam algumas coisas acontecerem, conforme planejei...

E então eu fico me perguntando: adiantaria esperar tudo acontecer antes de ter filhos? Será que um filho (ou dois, ou três...kkkkk) me atrapalharia para alcançar meus sonhos? Creio que não.

Então ao invés de focar no que não tenho, resolvi focar no Deus me deu.

É claro que não sou alienada e sei que filhos dão muito trabalho, que demandam muito de uma mãe (e de um pai também) e coisa e tal...

Mas eu tenho certeza que vale muito a pena. E eu não quero passar por esta vida que é tão curta sem essa experiência.

Detalhe: Pra quem não sabe eu tenho o apelido de obstetra e pediatra...rsrs. Por quê? Pelo conhecimento teórico que tenho, baseado em 6 anos de leitura assídua de blogs maternos, rsrs
Chego a dar consultoria pra minhas amigas quando os bebês estão doentes. Aí elas vão conferir com o médico e pimbaaaa:  eu acerto tudo (até doenças mais raras), rsrs

Ah, também "fiz estágio" cuidando do meu afilhado sozinha (durante 1 mês, quase 24 horas por dia) quando ele era bebê e auxiliei muitas amigas nos primeiros meses após o nascimento.

Gente, é claro que isso não me qualifica para nada. Sou inexperiente como qualquer mãe de primeira viagem e é claro que quando for a hora, passarei por muitos "perrengues" e contarei aqui.

Contudo, Digníssimo e eu sempre planejamos filhos, desde o namoro. Escolhemos nomes e sempre que vemos bebês bonitinhos na internet enviamos um para o outro, dizendo que o nosso será assim.

Nós amadurecemos como casal nesses quase 12 anos juntos (7 de casados) e não achamos que falta um filho para completar nossa relação, muito pelo contrário: nós dois nos completamos e nos bastamos e por causa disso temos o desejo de ter filhos para que eles sejam tão amados e desfrutem da comunhão que emana nesta casa. 

Não queremos ter filhos por motivos egoístas, para ter alguém parecido conosco ou alguém para cuidar de nós quando formos velhos... (até porque isso não é garantia para ninguém, se assim fosse, os asilos estariam vazios).

Então, respondendo a pergunta do título, Quero ser mãe para que eu e meu esposo possamos cuidar e educar esse (a) filho (a) para ser uma pessoa de bem, que ame a Deus, com caráter.
E principalmente, quero ser mãe para ensinar meu (a) filho (a) a dar valor às pequenas coisas e ser feliz... 

Não quero apenas ter um bebê e terceirizar por completo a educação e os cuidados com ele, mas quero me entregar aos cuidados e à formação do caráter deste indivíduo, visando deixar na Terra um ser humano respeitoso que possa fazer a diferença onde quer que andar.

Sei que não vai ser fácil, mas vamos fazer valer a pena. Juntos.

E um feliz Dia das Mães a todas que estão exercendo essa árdua porém gratificante tarefa. 
Amanhã é dia das mães, mas todos os dias o amor de uma mãe faz a diferença nesta sociedade. <3

sábado, 30 de abril de 2016

PROFECIAS sobre MATERNIDADE (Parte 3)

(continuando o post... Se vc não leu a 1ª e 2ª parte, leia aqui: Profecias sobre Maternidade (Parte 1)



Continuando...

Depois da Profecia, Deus falou comigo de novo:

2) A irmã Luzia da minha igreja, ficou encabulada, olhando pra mim, porque ela sabia que eu ainda não queria ter filhos.... 

Era reunião de oração das mulheres e ela chegou atrasada por causa do trabalho. Quando ela chegou eu não vi, porque estava orando.

Depois da oração ela disse: Tammy, Deus me deu uma visão quando eu entrei aqui na igreja. Ele me mostrava você sentada na cadeira com um barrigão de grávida beeeem grande e as irmãs todas admirando sua barriga que tinha uma linha nigra bem no meio...rsrs...

Quase caí pra trás, rsrs
Mas pensei: Deus, quando estiver mais perto, fala de novo. E Deus pela sua misericórdia continuou falando.

E eu continuei tomando anticoncepcional.


3) Depois de uns meses Deus usou a Pastora da minha igreja. Ela me chamou no fim do culto e disse que Deus deu uma visão mostrando eu chegando na igreja com um bebê enrolado numa manta branca...


4 e 5) Deus também usou a irmã Angelina, uma senhora idosa da minha igreja, que me mostrou uma irmã grávida e disse: o Senhor me mostra você assim como ela, grávida!!

Antes disso ela já tinha me falado que Deus tinha falado pra ela que ia me dar uma criança muito linda, como uma que eu estava admirando.


6) Deus usou um irmão que eu nunca vi na vida e nem sei o nome dele. Ele louvava e teve a oportunidade de adorar a Deus na minha igreja.

No fim do Louvor, ele disse que Deus mostrava pra ele um presente tão lindo que Ele queria dar pra mim e para meu esposo (que estava no culto esse dia), mas tão lindo, tão lindo...

E ele fazia o gesto de ninar um bebê no colo.
Ele falou: irmã você está entendendo qual é o presente que Deus quer te dar?? Aceita irmã, Deus fala que não é pra se preocupar que Ele vai preparar todas as coisas... 

Ficamos impactados mais uma vez nesse dia. 


7) O Digníssimo estava doente, tinha acabado de sair do hospital, mas o Ministério de Louvor o qual ele faz parte foi convidado para louvar em Ibaiti, no Paraná.

Teríamos que ir de van, eu tinha certeza que ele não aguentaria a viagem, já que moramos na Grande São Paulo, mas ele estava com um desejo tão grande de ir e Deus preparou o dinheiro da passagem, então fomos.

A viagem foi difícil, demorada, mas quando chegamos fomos recebidos com muito amor pelos irmãos.

Meu Digníssimo estava de muletas, mas sempre que eu falava pra ele andar devagar ele dizia que era valente, rsrs

No fim do culto, vimos uma senhora com uma menininha bonitinha e fomos saudá-la. Após nos cumprimentar, ela disse: Deus vai mandar filhos pra vocês logo, logo...
Quase caí pra trás, rsrs Pensei: saí de SP e Deus fala comigo aqui!!!! kkkk Foi demais.


8) Neste processo da enfermidade do meu esposo, recebemos muitas visitas aqui em casa. Queridos irmãos que vieram nos oferecer uma palavra e uma oração.

Teve uma vez que veio um grupo aqui orar, eu não conhecia ninguém, eram da igreja da minha tia Angélica.

Eles oraram, testemunharam e em meio à profecia que entregaram para meu esposo, Deus disse pra ele não se preocupar, que essa enfermidade não ia pará-lo. 
Que como Davi derrubou o Gigante, Deus daria vitória para nós.

E falou ainda:  as promessas de Deus irão se cumprir e vocês ainda terão filhos, pois o que Deus falou, não mudou.
Choramos muito e cremos que Deus tudo sabe e tudo vê.


9) Certo vez, também estávamos no culto, meu Digníssimo e eu, quando Deus usou a Pastora para dizer que era para caminharmos juntos, em união, porque Deus nos uniu para uma grande obra. E que era pra ele buscar mais revestimento de Deus porque grandes coisas Deus faria. 

Também disse que Deus nos enviaria uma criança e que seria motivo de grande alegria para nós.


10) Uma vez eu estava com muitas dores na coluna e meu esposo doente também e eu falei com Deus: O Senhor podia mandar alguém limpar a casa pra mim, porque não estou aguentando, rsrs.

Passou uns minutos chegou minha irmã e disse: Deus tocou em meu coração pra vir lavar a louça pra você. Aí eu já me alegrei, rsrs

No dia seguinte, lá pelas 9 da manhã, chegam na minha casa as minhas irmãs em Cristo e amigas Luzia e Viviane. Achei estranho, porque elas vão pouco na minha casa. E ainda pensei: minha casa está uma bagunça pra receber visita.

E quando fui recepcioná-las no portão me disseram: Deus mandou a gente vir limpar a casa pra você!! Eu pensei que elas estavam brincando, mas estavam com produtos de limpeza nas mãos, rs

Então a Luzia disse que ia limpar a casa dela e Deus disse que era pra vir limpar a minha que eu estava precisando de ajuda!! Isso é coisa pra Deus!! rs 

Fizeram uma faxina enorme e no final a Luzia me disse que teve um sonho que tinha um menino lindo de cabelos cacheados em casa e que ele era a minha cara, rsrs. E que esse menino no sonho saía correndo e abraçava o Digníssimo o chamando de papai...

Achei lindo e guardei no coração.
A partir daí cogitamos a ideia de ter também um menino, já que os planos iniciais eram de ter muitas meninas, rsrs.


11 e 12) Deus usou também a Pastora por mais 2 vezes (com intervalo de muitos meses) para me dizer que Deus ia me mandar um presente e eu deveria aceitar o presente de Deus, porque irá me trazer tanta alegria que nós vamos nos esquecer das noites de choro por causa da alegria que o presente irá nos trazer.

Então eu parei de tomar o anticoncepcional, mas permaneci me prevenindo.
Orei e falei pra o Senhor: Eu aceito tua vontade. Me prepara e me manda a criança, Senhor...

E então Deus falou novamente: está selado e decretado, vou mandar o seu presente e será motivo de grande alegria que vocês esquecerão as noites de choro e tristeza!!

-------------------

Sei que Deus tem sido bondoso comigo por me dar tantas confirmações. Isso tudo porque Ele conhece minha estrutura e sabe das minhas limitações e da minha vida como ninguém.

Desta forma, estou aqui crendo que logo Ele me mandará essa criança tão prometida, e imaginando como se desenrolará esse processo materno dentro de mim.

Ufa! Escrevi muito <3

Mas sempre tem mais.





PROFECIAS sobre MATERNIDADE (Parte 2)

(continuando o post... Se vc não leu a 1ª parte, leia aqui: Profecias sobre Maternidade ( Parte 1)


Domingo fui ao culto na minha igreja e o Senhor falou comigo sobre Filhos pela primeira vez.

Foi assim: 

Eu estava no culto sem o meu esposo porque ele trabalhou naquele dia. Quando chegou a hora da Mensagem, já no final do culto, foi chamada a irmã Fátima para pregar a Palavra. Essa irmã não era da minha igreja, mas foi convidada esse dia para congregar conosco.

Eu a conhecia de vista, porque por um tempo moramos perto. Mas nunca tive amizade e ela não sabia nada da minha vida, somente o meu nome.

A mensagem começou e foi gloriosa. Mas eu percebia que a irmã não tirava os olhos de mim. Quando chegou no fim da mensagem ela disse:

"Irmã Tamiris, Deus me mandou dar um recado pra você e eu estou aqui incomodada para falar: Eu nem sei se a irmã quer ou não, mas Deus me manda te dizer que ouviu a sua conversa de ontem e que vai te mandar uma criança antes do que você espera. E é pra você aceitar e não se preocupar com nada, porque Deus vai preparar todas as coisas pra você. Mas é para você aceitar..."

Nessa hora eu fiquei em choque... parecia que tinham jogado uma criança nos meu braços naquela hora e eu já tinha que levar pra casa. Foi um sentimento que nem sei explicar.

Eu fui para casa com o choro preso e subi correndo para contar pro Digníssimo. Enquanto eu contava, desabei a chorar, rsrs. Ele sempre compreensivo disse que se Deus falou para aceitar, é porque sabia que eu não queria naquele momento, mas que Deus sabe de todas coisas e os planos de Deus são sempre melhores que os nossos... aí eu chorei mais ainda, rsrs

Com os lábios eu não conseguia declarar que aceitava ter um filho naquele momento, porque falar é fácil, mas tirar as mãos do leme e deixar Deus governar sua vida, como nós cristãos dizemos que fazemos, é muito difícil.

Mas eu me ajoelhei e orei. Fiz uma oração de sinceridade, dizendo pra Deus o que estava em meu coração. Falei que eu não estava preparada, nem psicologicamente, nem financeiramente para ter um filho. Mas que Ele me preparasse e quando estivesse perto, Ele falasse comigo novamente e que me desse um sinal: que meu esposo ficasse apaixonado por crianças e que só ficasse falando nisso.

Então aquietei meu coração e segui estudando, trabalhando e cuidando da minha vida e da obra de Deus.

Mas passado alguns meses, Deus voltou a falar comigo... (continua)



PROFECIAS sobre MATERNIDADE (Parte 1)

Hoje vou contar como foram (e estão sendo) as profecias da parte de Deus, anunciando que Ele nos mandará uma criança.

Como eu havia dito no post passado, eu sou evangélica e creio em profecias. 
Para quem não entende bem como é, eu explico: 

Eu creio que Deus fala diretamente com as pessoas. E às vezes Ele entrega uma mensagem (recado) para Fulano dizer para Siclano.
E quando Deus usa alguém para falar conosco, Ele diz coisas que só a gente sabe, nós sentimos a presença de Deus e temos certeza que é Ele que está falando!!!! Não existe sensação melhor.

Então, eu me casei com o Digníssimo e planejamos esperar uns 5 anos para termos uma criança. Conforme o tempo foi passando, fomos focando em outras coisas, área profissional principalmente, e fomos adiando.

Certa vez, no noivado de um primo, eu conversava com meu tio e ele me perguntou quando eu começaria a ter filhos, já que eu tinha 4 anos de casada. Todos que me conheciam, sempre perguntavam.

E aí eu respondi que ainda era cedo, que ainda estava em lua de mel, rsrs... Depois falando mais sério, eu disse que esperaria mais uns anos, para me estruturar profissionalmente, comprar uma casa, trocar de carro talvez.

(Aqui abro um parêntese para dizer que não sou uma pessoa essencialmente materialista, mas que sempre planejei construir uma carreira bem sucedida junto com meu esposo, ter uma casa bonita e um carro legal para trazer um conforto antes de ter um (a) filho (a)).

Isso aconteceu no sábado. Domingo fui ao culto na minha igreja e o Senhor falou comigo sobre Filhos pela primeira vez.

Foi assim: (...)

(Continua no próximo post porque ficou muito longo...)

segunda-feira, 25 de abril de 2016

VAMOS COMEÇAR???



Oi, gente!!! Eu sou  a Tamiris, tenho 28 anos, sou advogada, evangélica, líder de jovens, leitora assídua de blogs maternos, esposa, (não necessariamente nessa ordem, rs) e estou planejando ser mamãe.

Tenho muita história para contar, muitas dúvidas para expor e pretendo fazer deste blog um pouco de "diário" contando como vai ser minha transformação de esposa para esposa-mãe.

Sou casada com o Digníssimo há 7 anos. 7 anos de amor. No início planejávamos filhos para depois de 5 anos de casados... aí fomos adiando...

E então fomos surpreendidos pelas promessas de Deus para nossas vidas.
Deus falou conosco por meio de profecias, até agora por 12 vezes (usando pessoas diferentes e também pessoas que nunca vimos antes), dizendo que iria mandar uma criança para nós e que era para eu aceitar... Bom, esse é assunto para outro post.

Enfim, embora eu ame crianças, a princípio fiquei meio apavorada com a ideia de ser mãe, sabe, porque iria (e vai) ser uma revolução para minha vida.

Mas o tempo foi passando e estou gostando da ideia, mas não posso dizer que sou uma tentante, ainda.

Então vou começar contar agora como está sendo este meu PROCESSO MATERNO.

Vamos juntos?